8.8.09

Uma rapidinha do meu trabalho - Espertinhos

Sem medo de parecer feliz workaholic, escrevo mais um causo do meu trabalho.
Qualquer pessoa que trabalhe com comércio está sujeita aos espertinhos - gente que ganha a vida passando a perna em outros. E você achava que isso fosse um fenômeno brasileiro, não é? Existem vários tipos de golpes, mas o mais comum é assim: duas pessoas chegam no balcão. Uma pede algo bem barato e paga com uma nota de valor alto. A segunda pessoa tenta te distrair, enquanto a primeira avisa que "tem uma nota menor". Enquanto a segunda pessoa te distrai, a primeira pega a nota de valor alto de volta e não te devolve o troco, saindo com quase o dobro de dinheiro e com o produto. Aconteceu isso comigo em 2007 e fiquei arrasada, mas serviu para eu prestar mais atenção ao meu redor.
Umas três ou quatro semanas atrás dois homens vieram no quiosque. Um pediu um suquinho de caixinha, pagando com uma nota de 500 kr um produto que custa 22 kr. O segundo começou a perguntar sobre os outros ao mesmo tempo que o primeiro avisava que "ah, com quanto eu te paguei mesmo, quinhentos, não foi? Eu tenho nota menor". Logo o meu cérebro acendeu uma luz de alerta. Mostrei para o primeiro que eu devolvi 478 kr para ele e that's it. Os homens ficaram olhando por uns 20 segundos. Como notaram que eu não iria abrir o caixa e devolver a nota de quinhentos, ficaram sem graça, tentaram disfarçar perguntando sobre outra coisa e foram embora. Como fiquei orgulhosa de mim mesma naquele dia! Não sei se cairei no mesmo golpe, mas ao menos uma vez fui mais esperta (:

2 comentários:

Engraçadinha disse...

Agora pode vir um golpe novo prá vc aprender né primucha??

Empresária neuróticA [DeSiGnEr] disse...

Que orgulho :) Queria ver a cara de tacho dos dois, hihih...